Verdade ou mito? Baleias explodem ao serem cortadas (veja o vídeo)


por Fábio Paschoal 

Baleia explosiva – Reprodução/Youtube

Baleia explosiva – Reprodução/Youtube

As baleias são os maiores animais do planeta e, quando uma delas encalha e morre, não é tarefa fácil retirá-las do lugar. É preciso cortar o animal em pedaços menores para facilitar a remoção. Mas existe um grande problema: o processo pode causar uma explosão. Mas como isso acontece?

Logo após a morte da baleia começa o processo de decomposição. Os órgãos internos e toda a comida consumida pelo animal começam a apodrecer. Bactérias decompositoras produzem gases que aumentam a pressão no interior do animal. Quando um corte é feito, para remover ou estudar o bicho, os gases se expandem e causam uma explosão que leva tudo o que estiver pelo caminho.

A televisão nacional das Ilhas Faroé, na Dinamarca, registrou o momento em que uma baleia cachalote explode ao ser aberta por um biólogo (veja no vídeo abaixo).

A cacholote não é caçada no arquipélago e morreu de causas naturais. Mas a caça de baleias-piloto acontece tradicionalmente na região. Segundo a NAMMCO (Comissão de mamíferos marinhos do Atlântico Norte, na sigla em inglês), as pilotos são direcionadas por pescadores para as praias. Quando encalham, são mortas com o golpe de uma espécie de faca. A lâmina corta artérias e veias e o animal sangra até a morte. A carne é dividida entre os pescadores e é consumida. Segundo a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês), embora a atividade seja extremamente criticada desde o século 9, aparentemente não causa uma diminuição significativa na população da espécie. A partir de 1709 a média de indivíduos abatidos é de 850 por ano. O IWC (Comissão Internacional de caça às baleias, na sigla em inglês), o ICES (Conselho Internacional de Exploração do Mar, na sigla em inglês) e a NAMMCO concluíram que esse número não causa um impacto na população das baleias-piloto das Ilhas Faroé (aproximadamente 100 mil indivíduos) que justifique sua proibição.

Fonte: National Geographic Brasil 

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s