Reservas ambientais no Tocantins – Brasil


Ricardo Martins fez imagens de fauna, flora e costumes de quatro Unidades de Conservação no estado.

Imagem do Cerrado no Parque Estadual do Lajeado, no Tocantins. O fotógrafo Ricardo Martins percorreu Unidades de Conservação do estado por 45 dias para registrar a fauna, a flora, o ambiente e os costumes de diversos locaisRicardo Martins/Divulgação

Borboleta foi clicada no Parque do Lajeado. Ricardo Martins, que é fotógrafo especializado em natureza, planeja lançar um livro, até o fim de novembro, com imagens das áreas de proteção ambientalRicardo Martins/Divulgação

Arara-canindé clicada no Monumento Natural das Árvores Fossilizadas, no Tocantins. Havia revoadas dos pássaros nos fins de tarde durante vários dias, segundo o fotógrafo, que explicou ter seguido na caçamba de um automóvel para registrar a imagemRicardo Martins/Divulgação

Pintura rupestre em sítio arqueológico no Lajeado. Quatro Unidades de Conservação foram clicadas: Parque do Lajeado, Parque do Cantão, Jalapão e Monumento Natural das Árvores Fossilizadas. O projeto recebeu apoio do governo do Tocantins, diz o fotógrafoRicardo Martins/Divulgação

Imagem mostra dunas do Jalapão. Martins explica que fez a foto à noite, usando grande exposição de luz da lua para a imagem. Ele ressalta que o problema que mais chamou sua atenção nas Unidades de Conservação foram as queimadas ilegaisRicardo Martins/Divulgação

Local no Jalapão conhecido como Fervedouro. Parecida com um poço de água transparente, a área é a nascente de um rio subterrâneo, segundo o governo do Tocantins. ‘O Jalapão tem um cerrado muito bonito, mas onde não se vê muitos bichos’, diz MartinsRicardo Martins/Divulgação

Inscrições em parede no Monumento Natural das Árvores Fossilizadas. Segundo o fotógrafo, inscrições foram feitas por índios Krahôs há cerca de 1,3 mil anos e cobrem toda a paredeRicardo Martins/Divulgação

Morador de comunidade no Jalapão toca viola feita com madeira de árvore buriti; prática é tradicional na comunidade Mumbuca, de acordo com fotógrafo, que ressaltou ter percorrido 5 mil km para fazer as imagensRicardo Martins/Divulgação

Fotógrafo clicou jogo de futebol de jovens na comunidade Mumbuca, no Jalapão. Costumes dos povos locais vão estar registrados no livro ‘Jalapão: História e Cultura – Unidades de Conservação no estado do Tocantins’Ricardo Martins/Divulgação

Fonte: G1

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s